Vivemos tempos incríveis estes, muito para além de qualquer imaginação ou sonho manifestado. Isto porque, o Conhecimento transcende-nos, antecede-nos, faz parte de um Plano Superior. E assim, começa o Despertar!

O que é o Despertar?

Como o próprio nome indica, despertamos para uma nova realidade. Começamos a perceber nas pequenas coisas, que tudo serve um propósito. Nada acontece por acaso. Que a nossa vida segue uma corrente de eventos (coincidências), desafios, experiencias, … aprendizagem! – A Sincronicidade. Abre-se a perspetiva de que não estamos sozinhos nem à mercê dos nossos caprichos, que “algo” nos guia, e nos protege, até mesmo de “nós próprios”. O Despertar não é mais que o reencontro da nossa espiritualidade, da nossa origem, do nosso verdadeiro SER.

Qual o propósito do Despertar? Porquê Agora?

Para começar, tudo serve o processo de Evolução! Esta é a palavra-chave do momento, o Plano Superior Divino, tudo faz parte da Evolução do Universo.

O Despertar serve o próximo passo evolutivo da energia universal, manifestado no plano físico, dos seres ditos racionais: a UNIDADE!

Voltamos novamente a nossa atenção à “velha discussão”, a nossa vida pertence-nos ou seguimos uma força maior chamada Destino? A resposta é simples: ambos! Fazemos parte integrante do Universo, quanto a isso não há como escapar, nem nos convinha de forma alguma. Como somos manifestações da Energia Universal, não lhe pertencer significaria não existir, pura e simplesmente!

Imaginem a Evolução como uma grande escadaria, cada fase um degrau, um nível do Conhecimento da grande Consciência Universal. Relembrando as bases, em que tudo é Energia, assim cada degrau representa uma frequência energética e vibracional. Cada frequência contém em si mesma conhecimentos chave característicos, que uma vez “compreendidos” nos levam ao próximo degrau.

Hoje, denominamos cada degrau ou frequência vibracional de Dimensão. E quem já não ouviu falar da Terceira Dimensão, ou Quinta Dimensão? Aqui está o Segredo da nossa atualidade, de todos os acontecimentos quer de baixa frequência como as guerras, a crise económica, as “doenças”, quer de alta frequência, o Despertar de cada vez mais seres, e a Unidade.

Porquê Despertar Agora? Porque estamos vivendo uma época de transição vibracional, da Terceira Dimensão, para a Quinta Dimensão. É importante compreendermos que esta transição transcende-nos, faz parte da Evolução Universal. Aceitar este facto significa “ascender” a um mais elevado nível de consciência, de Ser. Não aceitar, significa Resistência e estagnação do processo, o que não nos é “natural” e por conseguinte atrasa e dificulta imensamente a nossa própria evolução!

Basicamente, o que caracteriza a Terceira Dimensão é a individualidade, a conquista de objetivos pessoais, o conhecimento da presença do Eu, como Ser separado do Todo, a Dualidade em tudo o que existe (segundo claro a nossa perceção tridimensional). Na base dessa Dualidade, e em paralelo com a Lei do Género (ver artigo “Compreendendo a Dualidade), temos a Energia Universal, criadora: o Amor, e o seu oposto correspondente, o Medo. Uma das bases universais, a Lei da Polaridade, ou Lei dos Opostos, em que tudo é dual e os opostos são apenas extremos do Todo. Assim é o perpétuo movimento vibracional entre o Amor e o Medo. Ou seja, nesta dimensão, amar origina Medo, medo de perder o amor (perder o momento, a frequência), e que por sua vez e por excesso volta-nos novamente para a necessidade de amar como parte vital da nossa existência, o amor-próprio, o amor pela vida e por tudo.

Porque a existência da Dualidade? Se compreendermos a nossa origem, como parte física manifestada do Amor, a Energia Primordial que criou todo o nosso Universo, tudo o que existe, e que toda a energia é vibracional, ou seja, está sempre em constante movimento, experienciar o seu oposto, significa compreender, redescobrir e “abraçar” o nosso Eu Superior.

Mas como nada foi criado ao acaso, o Criador deu-nos opções. Sem essas ficaríamos estagnados numa realidade constante intemporalmente. Lembremo-nos, isto é apenas um degrau, uma fase duma longa escadaria.

A Lei do Livre Arbítrio.

Esta lei é a solução para a Terceira Dimensão, para podermos aceder a dimensões superiores, nomeadamente à Quinta Dimensão e outras. Comos seres tridimensionalmente individuais, temos o direito cósmico de escolher! Cabe a cada um escolher a realidade que deseja experienciar, e obviamente as consequências das nossas escolhas e decisões – o Karma. Neste processo específico, somos criadores da nossa própria existência. Este é um “presente” do Criador, uma reflexão da sua essência, feitos à sua imagem!

Sob um ponto de vista mais quotidiano, é através da Livre Escolha que transitamos entre emoções de baixa frequência (como o Medo primeiramente, o ódio, a raiva, a inveja, a ganância, etc.) para as emoções de alta frequência (o Amor, a Paz, a Alegria, a partilha, a compaixão, etc.). Temos essa escolha, a qualquer momento e a cada situação da vida. É tão simples quanto isso, basta escolher conscientemente! Nós somos seres livres, não estamos destinados nem condicionados à tristeza e ao sofrimento, isso é uma ilusão. Digo e repito: nós somos criadores da nossa própria existência!

Como transcendemos desta realidade? Primeiro à que ganhar consciência, para isso serve o Despertar, o conhecimento de que muito para além de um corpo físico com limitações somos uma Alma, um Ser energético, que dá vida a esse mesmo corpo físico. Como explicou e muito bem, o grande autor contemporâneo Eckhart Tolle, na sua magnifica obra “Um Novo Mundo”, que de toda uma vasta palete de emoções que podemos experienciar, só três correspondem verdadeiramente à nossa essência espiritual: o Amor, a Paz, e a Alegria! Esta é a nossa essência, a base do nosso Ser, tudo o que verdadeiramente existe! É absolutamente natural a nossa transição da Terceira Dimensão para a Quinta, a dimensão do Amor. Não transitar significa renegar a nossa essência, rejeitar o nosso Ser!

Continuando na perspetiva tridimensional, deparamo-nos com um novo desafio: a competição, a corrida pela “ascensão”, quem aceder primeiro é superior e mais iluminado. Pura ilusão! Continuamos a pensar através do medo e não da Alma, do “coração”. Todos nós temos a mesma base, a mesma energia criadora, e todos sem exceção transitaremos eventualmente. Não é uma corrida contra o tempo, mas sim a favor do Conhecimento e da Consciência (versus a Ignorância e o Medo). Não se trata de um tempo, uma data específica mas sim de alinhamentos cósmicos, de Harmonia Universal, porque fazemos parte de um Todo, e o nosso equilíbrio energético é parte integrante do Equilíbrio Cósmico.

O grande processo de Evolução não vai “parar” ou abrandar por não nos sentirmos preparados!

Presentemente, cada um de nós está a ser assolado por uma avalanche de emoções, principalmente quem já começou a despertar e está agora a fazer os seus primeiros passos rumo à Unidade. Este fenómeno tem várias razões e explicações.

Outra grande característica desta época presente é a elevação frequencional da energia. Este é um processo necessário para a transição de dimensões, não podemos encaixar uma melancia dentro de uma cereja, dai a natural e gradual adaptação à “nova” frequência. Isto traz-nos impacto a nível físico, mental e emocional.

Em primeiro lugar, iremos passar por uma transformação física, e para que isso aconteça, temos obrigatoriamente que passar por um processo de limpeza e desintoxicação. Mau estar, dores, sintomas de gripe como a febre, as dores de cabeça, descargas intestinais, etc. Necessitamos de limpar as nossas células de todo o material tóxico com o qual vivemos diariamente. Adaptar novas hábitos saudáveis uma alimentação mais cuidada, orgânica. Numa segunda fase, a descoberta de novas funções que julgávamos inexistentes, como a capacidade de regeneração, a capacidade de cura e auto-cura principalmente, a ativação de “novos” mecanismos como as Glândulas Pineal e Timo (Terceiro Olho e integração/compreensão do nosso Ser Espiritual, e “Coração Mente”, a Consciência do coração como nova forma de pensar e de estar/sentir a realidade), ativação de “novos” sentidos como a Intuição, a Visão de campos energéticos (eletromagnéticos), novas formas de comunicação emocional, telepática, etc.

A nível mental, iremos transitar do pensamento egoíco (do Eu), do individual para um pensamento mais universalista, como parte de um Todo, para o Todo e em prol do Bem Supremo do Todo, unicamente!

E finalmente, a nível emocional. Tal como a transformação do corpo físico, primeiramente temos de passar por uma limpeza emocional. Este é um processo também um pouco “doloroso” e complexo, o que devemos prestar mais consciência, visto que sem esta limpeza e estabilização, nenhum dos outros (físico e mental) poderão evoluir. Este é o nosso verdadeiro “calcanhar de Aquiles”. Porque nos identificamos com as nossas emoções, porque “deixamos” que sejam as nossas emoções a determinar o nosso “caráter”. Mais uma grande ilusão do Medo a ser desvendada. Cada um de nós tem as duas forças: o Amor, a nossa parte “positiva” e o Medo, o nosso lado mais sombrio e “negativo”. Todos, sem exceção! E o que determina o nosso carácter são as nossas decisões, as nossas escolhas. Mais uma vez, o Livre Arbítrio a determinar o nosso rumo!

Dependente da nossa “bagagem emocional”, e de mecanismos como a Aceitação, o Perdão, a Paciência, esse processo será mais ou menos fácil. Novamente o Livre Arbítrio no comando da ação!

Então, porque estamos a ser bombardeados com emoções confusas? Primeiro para dar inicio á limpeza emocional, mas também por uma questão de resistência, quer do Ego individual, que não vai deixar de protagonizar sem dar alguma luta obviamente, e também pela resistência do próprio Ego Coletivo da Terceira Dimensão. Vamos supor esse Ego Coletivo como uma entidade energética, ou uma realidade frequencional que deixará de fazer sentido e por conseguinte, deixará de existir, o Medo!

Como nos podemos defender? Todas as chaves já foram apresentadas, cabe-nos agora somente relembrar.

Livre Arbítrio, escolhemos conscientemente se essas emoções nos irão destabilizar, se iremos novamente identificar-nos com elas e reagir reactivamente, ou não. Podemos também tomar consciência da sua existência, tentar compreender o seu porquê, por exemplo se resta em nós, na nossa bagagem emocional ainda algo a resolver e aceitar.

Mudar conscientemente da energia do Medo para a frequência do Amor. Mais uma vez, esta é uma ESCOLHA. Nesta decisão, não só vemos a realidade como ela realmente é, como também acedemos rapidamente às soluções dos nossos desafios, e compreensão da existência dos mesmos. Lembrem-se que cada desafio é uma lição para a compreensão e Consciencialização!

E por fim, somos frágeis enquanto corpo, enquanto indivíduos, mas cada um de nós é muito mais do que um corpo ou um individuo, cada um de nós é feito à semelhança do Criador, somos uma Alma, uma energia, que não existe por si só, mas sim parte do Todo que é o Universo. Não podemos ser destruídos, somente transformados, somos intemporais, indestrutíveis e eternos. A fragilidade e a solidão são ilusões.

Vivemos uma época de um falso conflito interno e externo, tudo parte da resistência acima referida. Não se deixem iludir mais. Nós não precisamos de proteções, amuletos, invocações ou ajudas “divinas”. Alias, todo o conceito que vos ponha de volta na frequência da dualidade e polaridade, o Bem versus o Mal, “tens de escolher de que lado estás”, “tens de combater as forças do mal”, “necessitas de proteção”… tudo isso são mais ilusões, para perpetuar a mentalidade e frequência do Medo.

Estamos em época de transição, e quem começou a sua caminhada do Despertar já não pertence à Terceira Dimensão, por lógica de raciocínio. Basta acedermos à nossa essência, à frequência do Amor Universal, e cada desafio será compreendido e ultrapassado!

Namastê!

Eli de Lemos

Anúncios