O nosso caminho espiritual nunca termina. Há sempre um novo passo à frente, um novo desafio. Qual é o próximo passo?

 

Parabéns a todos os que estão a ler este artigo. Percorreram um longo caminho, superando enormes resistências, questionando a vossa fé e crenças inúmeras vezes. Sobreviveram, mais fortes do que nunca. Este é o caminho da consciência e evolução, para além das palavras, limitações racionais, além da imaginação mais fértil.

 

Conseguimos algo de verdadeiramente notável e extraordinário, somos agora uma consciência coletiva, uma humanidade mais unida. Para a maioria de nós, os nossos principais objectivos não são mais os sucessos individuais, mas uma sociedade pacífica e compassiva, direitos iguais e melhores para todos os seres vivos. Podemos não o “ver” ainda em cada esquina, mas podemos sentir nos nossos corações! Está a acontecer!

Community-Unity

Aprendemos a importância da Unidade. Podemos contemplar o seu conhecimento, cada um de nós adicionando e partilhando as nossas perspectivas únicas para alcançar tal estado globalmente, juntos, como UM só. Ainda há trabalho a ser feito. Individualmente, ainda não estamos plenamente conscientes de todas as implicações e condições básicas, ainda estamos inconscientemente agarrados ao medo, ao que “ainda está errado neste mundo”. Enquanto algo ou alguém nos incomodar ou quebrar os nossos corações esperançosos, enquanto sentirmos as situações em termos de certo ou errado, luz ou escuridão, não estamos totalmente comprometidos com a dimensão da Unidade.

 

A próxima etapa é o maior salto de fé. Confiar no universo, confiar plenamente na Consciência Universal, o nosso Criador. Confiar que não há dualidade, nenhum julgamento, ou batalhas interiores e exteriores a serem combatidas. Temos de elevarmos, “corresponder a frequência que queremos” à experiência e realidade que queremos manifestar. Lembrem-se de como cada desafio é uma lição, uma frequência transitória para alcançar um resultado superior. Fazemos a paz pela paz, amamos por amor, e não chegaremos lá obrigando os outros a escolher lados….não há lados, não há separação!

 

Entrar na Consciência de Unidade, significa aceitar tudo, sem fazer perguntas, sem nenhum julgamento de qualquer espécie. Entender como tudo serve um objetivo maior. Não há excepções!

 

Cada vez que nos sentimos presos, estagnados ou pressionados e ansiosos, o nosso instinto mental imediatamente nos direciona para: “O que há de errado comigo” ou “o que fiz de errado?” Devemos valorizar todos os sentimentos e emoções, como sinais da nossa condição actual e frequência e nada mais.

 

Somos ondas de energia em constante transformação de frequência, não somos linhas rectas! Nada é permanente a não ser a própria impermanência. Oscilamos em frequência, contraímos e expandimos, é o nosso estado natural. Se compreender isto, estamos prontos para o próximo passo e transcendermos para a próxima dimensão, apenas esperando por nós.

 

Eli de Lemos

Anúncios