Nada acontece por acaso, nem algo é mostrado sem intenção. A famosa técnica “Põe a cera, Tira a cera” (“Wax On Wax Off”) não era apenas um truque barato de lavagem de carros ou janelas do Sensei Miyagi, mas um conhecimento oculto dos movimentos dos vórtices e do ciclo da Criação.

“Wax On” – “Põe a cera” é um movimento no sentido horário, da esquerda para a direita, enquanto “Wax Off” – “Tira a cera” é um movimento no sentido anti-horário, da direita para a esquerda.

 

 clockwise

                     Sentido Horário                                              Sentido Anti-horário

 

Como isso é importante? Digamos que um dá energia, cria vida e fortalece a existência, e o outro remova energia e enfraqueça a força vital. Nada por acaso. A energia tem os seus próprios padrões de subsistência e dinâmica.

Na natureza, podemos encontrar padrões semelhantes. Padrões climáticos como anticiclones e tempestades de baixa pressão, vórtices de água, etc.

 

“Um anticiclone (ou centro de altas pressões) é uma região em que o ar se afunda vindo de cima (e aquece e fica muito estável) e suprime os movimentos ascendentes necessários à formação de nuvens e precipitação. Por isso: bom tempo (seco e sem nuvens) está normalmente associado aos anticiclones: quente e seco no verão e frio com céu limpo no inverno.  À medida que o ar flui a partir dos centros de altas pressões é deflectido pela Força de Coriolis de tal modo que os ventos circulam em volta dele na direção dos ponteiros de um relógio no Hemisfério Norte (e no sentido inverso no Hemisfério Sul) – a chamada direção anticiclónica.”  

 

Em contraste, um Ciclone “(ou depressão ou centro de baixas pressões) é uma região em que o ar relativamente quente se eleva e favorece a formação de nuvens e precipitação. Por isso, tempo chuvoso e nublado, chuva e vento forte estão normalmente associados a centros de baixas pressões. A instabilidade do ar produz um grande desenvolvimento vertical de nuvens cumuliformes associadas a cargas de água. À medida que, pela ação do diferencial de pressões, o ar flui dos centros de altas pressões para um centro de baixas pressões é deflectido pela força de Coriolis de tal modo que os ventos circulam em espiral, isto é, no sentido anti-horário no Hemisfério Norte e no sentido horário no Hemisfério Sul.”  – Wikipedia

 

Ciclone

Ciclones e Anticiclones (Hemisfério Norte)

Os vórtices de água exibem os mesmos movimentos, no sentido horário no norte, no sentido anti-horário no hemisfério sul.

vortex fountain.gif

 

A dinâmica Yin-Yang

yin yang dynamics gif

Como o leitor deve ter notado, concentrei-me apenas nas direções dos vórtices (no sentido horário e anti horário) e não mencionei os movimentos centrípetos e centrífugos, igualmente importantes mas o suficiente para um artigo próprio.

 

Além disso, sei que parece haver uma discrepância quando se trata das direções de movimento dos hemisférios norte e sul, e do efeito de Coriolis. Muitos pensadores, muitas teorias à parte, eu pessoalmente imagino que atualmente habitamos um Mundo Espelho, delineado por um equador imaginário, uma reflexão inversa de nossa matriz original, na qual um hemisfério apenas reflete a inversão do outro. 

 

69 perpectivas.jpg

(Veja a forma 6 e 9? …  não é coincidência!)

O ciclo de criação (ciclo de geração)

Wu Xing

ciclo_geracao

“A teoria dos cinco elementos (ou movimentos) (五行, wŭ xíng: “cinco” [Wu] e “andar” [Hsing/Xíng] afirma que a madeira (), o fogo (), a terra (), o metal () e a água (), são os elementos básicos que formam o mundo material. Existiria uma interação e controle recíproco entre eles que determinaria seu estado de constante movimento e mudança. Nessa teoria que estabelece um conjunto de matrizes, todas as coisas podem ser classificadas de acordo (em analogia) a estes elementos ou relações entre eles. (ver abaixo matriz aplicada à acupuntura)

5_elementos_L

De acordo com Ronan, historiador da ciência da Universidade de Cambridge, a teoria dos cinco elementos foi estabelecida e sistematizada pelo naturalista Tsou Yen (Zou Yan) entre 350 e 270 a.C. Ele era o mais destacado membro da Academia Chin Hsia (Zhi-Xia) do príncipe Hsuan (Xuan), e por vezes chamado “fundador do pensamento científico chinês“.

A medicina tradicional chinesa pode e deve ser considerada como um complexo sistema etnomédico com milhares de anos de experiências práticas, com uma descrição narrativa própria (a exemplo do “Livro do Imperador Amarelo”) organizada em escolas com relações mestre – discípulo instituídas formalmente. Observe-se também como propôs o antropólogo Claude Lévi-Strauss (1908-2009), que o conhecimento mítico/empírico diverge das teorias científicas ocidentais por privilegiar a analogia em vez da identificação de contradições como na lógica formal.”

A matriz ou diagrama dos cinco elementos estabelece simultaneamente comparações entre múltiplos códigos sensoriais e simbólicos referentes a observações da natureza. Pode representar, como selecionado acima, os órgãos do corpo e respetivos “canais de energia” (经络 – Jīng Luò) ou, a fisiologia normal ou patológica do corpo humano, os sentimentos e emoções, cores e as estações do ano sempre comparadas aos 5 elementos e às regras de sua transformação, interdependência e controle recíproco. Pois como dito, na conceção da medicina chinesa relaciona entre si as leis do cosmos que regem o universo à vida do homem.

– Wikipedia: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Wu_Xing

iu0LJUTEME

reikiheiwatoai,elartedesanar,gogyo,wuxing,madera,metal,tierra,agua,fuego,5elementos,y

wuxing

 

Segundo a cosmologia taoísta, e Lao Tsé em “Tao Te Ching” o Livro do Caminho e da Virtude, as energias primordiais feminina e masculina originam os Cinco Elementos, que por sua vez causam todas as coisas. A interação entre o Tao-em- quietude e o Tao-em-movimento, o não-manifesto Wuji e o manifesto Taiji, o yin e o yang.

 

Origem do Tai Chi

tai chi

Tai chi chuan:

“Taiji Quan ou tai chi chuan [tai chi chuã] (em chinês: 太極拳; em pinyin, Tàijí quán) é uma arte marcial chinesa interna (neijia, 內家), parcialmente baseada no bagua (em Pinyin, bā guà, 八卦).

Este estilo de arte marcial é reconhecido também como uma forma de meditação em movimento.

Os princípios filosóficos do taiji Quan remetem ao taoismo e à alquimia chinesa.

A relação de yin e yang, os cinco elementos, o ba gua (Oito Trigramas), o Livro das Mutações (Yi Jing) e o Dao De Jing de Lao Zi são algumas das principais referências para a compreensão de seus fundamentos.”

 

“Os criadores do taiji quan basearam sua arte na observação da natureza – não apenas na observação dos animais, mas também no estudo dos princípios da interação entre os diversos elementos naturais.

Como somos parte desta natureza, o conhecimento destes princípios e de como atuam dentro de nós, estudados pela medicina tradicional chinesa, revelam o taiji como uma fonte efetiva de energia que encontra-se em nosso interior, situada na região do corpo nomeada pelos chineses de dantian médio.”

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Tai_chi_chuan

 

 

TAO TE CHING

Os ensinamentos de Lao Tsé

 

42

 

O Tao gera o um

O um gera o dois

O dois gera o três

o três gera as dez mil coisas

 

As dez mil coisas cobrem-se com a sombra (Yin)

E abraçam a luz (Yang)

Assim se harmonizando no Sopro Esplêndido 

Tradução completa em: https://taotechingtraduzido.blogspot.com/search/label/-%20POEMA%2003

 

Não há coincidências, apenas fatos que confirmam a verdade básica. A energia nunca mente!

 

eli de Lemos

Anúncios